PREVALÊNCIA DE SÍNDROME METABÓLICA EM PARTICIPANTES DO PROGRAMA HIPERDIA NO MUNICÍPIO DE SANTA TEREZINHA DE ITAIPU

Hildete Miranda de Souza Villalobos, Rosemary J. M. Carvalho

Resumo


A síndrome metabólica é vista atualmente como uma epidemia mundial, mostrando números alarmantes, associada a alta morbi-mortalidade cardiovascular e um elevado custo sócio-econômico. A circunferência abdominal é um preditor importante e a gordura visceral parece ser o elo entre o tecido adiposo e a resistência à insulina, característica determinante da síndrome metabólica. Na última década, o tecido adiposo deixou de ser um simples reservatório de energia para se transformar num complexo órgão com múltiplas funções. Diversos estudos revelam a estreita relação da adiposidade abdominal com esta síndrome, deixando de ser uma simples associação, acredita-se que a gordura viceral desempenha um papel central na fisiopatologia da síndrome metabólica. Assim, a quantificação da gordura viceral se torna importante para identificar indivíduos com maior risco para o desenvolvimento da síndrome. Este trabalho mostra a prevalência de síndrome metabólica em participantes do Programa Hiperdia, usando a circunferência abdominal como principal fator de risco e o terceiro fator mais encontrado na população estudada, usando os critérios da NCEP-ATPIII como referência para sua identificação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.